sábado, 8 de agosto de 2015

Pezão: Legalização das drogas não vai acabar com violência do tráfico

“Enquanto houver consumo, vai ter a guerra pelo tráfico”, acredita o governador.

93cO governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, falou nesta sexta-feira (7) que a violência gerada pelo tráfico de drogas vai continuar enquanto houver consumidores, e que a legalização do uso de entorpecentes não resolveria o problema. O governador participou da inauguração da Nova Avenida do Contorno, em Niterói.
“A polícia está trabalhando e enfrentando a marginalidade, mas, enquanto houver consumo, as pessoas procurando a droga e se viciando, vai ter a guerra pelo tráfico. A boca de fumo dá muito dinheiro: uma boca de fumo da Rocinha dá R$ 2 milhões por semana. Não é trivial ter R$ 100 milhões no faturamento sem colher imposto, sem nada, dentro da zona sul do Rio de Janeiro. Então, essa guerra vai continuar, infelizmente”, disse o governador.
Pezão também defendeu que o Rio de Janeiro não está preparado para discutir a legalização das drogas. “Não acredito que seja o melhor caminho agora. Tenho visto alguns países que liberaram a maconha recuando. A própria Holanda tem hoje muita gente defendendo o recuo, por causa de pessoas que partiram para drogas mais pesadas. Alguns locais estão discutindo muito essa liberação e eu acho que, hoje, não estamos preparados. A cultura do crime, da droga, foi há 30, 40 anos instalada dentro dessas comunidades, muito perto do asfalto; então, sinceramente, não sou favorável a essa liberação das drogas.”


Fonte: JB