sexta-feira, 30 de maio de 2014

Procon descarta mais de 600kg de alimentos impróprios para consumo em restaurantes da Região Serrana


RIO — O Procon Estadual vistoriou nesta quinta-feira as cidades de Petrópolis e Teresópolis em mais uma etapa da Operação Camisa 10. Os restaurantes Buffet Olicio’s, Novilho de Ouro e Casa do Alemão, além do supermercado Oliveirão e do açougue O Frangão, já foram autuados e serão multados. Os cinco estabelecimentos foram flagrados armazenando produtos vencidos e sem informações quanto ao prazo de validade.
O caso mais grave foi encontrado no abatedouro O Frangão, de Teresópolis. Os fiscais já contabilizam cerca de 500kg de alimentos impróprios para consumo entre carne moída, carne de porco e espetos de frango. Em decorrência da grande quantidade de produtos vencidos, o proprietário do local foi encaminhado a 110ª DP para prestar esclarecimentos. A fiscalização do restaurante ocorreu a partir do depoimento de uma consumidora que utilizou o Procon Móvel, presente na cidade, para denunciar o local.
Já no supermercado Oliveirão, também em Teresópolis, os agentes inutilizaram 800g de linguiça vencidos, 32kg e 394g de frios, aipim, massa para quibe e costela sem informações sobre a validade, e 30kg e 554g de alimentos acondicionados no chão e em contato com baratas. Contrariando a Lei Estadual 6538/83, também foram encontrados 5kg de carne moída em estoque no estabelecimento.


Fonte: O Globo/ Noticias da Hora

Perto do luxo da Granja, cenário de guerra há 3 anos


Eram 12h da última quarta-feira, 28 de maio, quando a reportagem da ESPN Brasil encontrou Otávio dos Santos martelando enormes pedaços de pedra no bairro do Campo Grande, em Teresópolis, a 14km da Granja Comary, onde a seleção brasileira se prepara antes do início da Copa do Mundo de 2014.


As mesmas rochas que em janeiro de 2011 desceram os morros da região com a força da água destruindo tudo o que estivesse pela frente se tornaram o sustento do senhor de 60 anos. Ele vende cada metro de pedra por R$ 40. "Perdi muito parente aqui. Mas tenho que seguir na luta, hoje sobrevivo vendendo minhas pedrinhas."
O desastre provocado pelas chuvas que assolaram a Região Serrana do Rio de Janeiro há três anos é considerado a maior tragédia natural da história do país, uma das dez piores do mundo neste século, segundo a ONU - Organização das Nações Unidas. "Foi um tsunami da serra", define Alexandre Foti Capelle, 72 anos, antigo morador do local.
Números oficiais contabilizaram pouco menos de mil mortos, cerca de 300 em Teresópolis, mas a comunidade do Campo Grande garante que só no distrito foi muito mais.
"Aqui em cima dessa rua foram 160 mortos, 70 são familiares e pessoas próximas dele", diz Marcos Vidal apontando para o amigo José Luís, que até hoje não encontrou os corpos de sua mãe e de sua sobrinha. "Tive sorte que minha casa fica no alto, de lá eu vi tudo, virou um grande mar. Consegui socorrer duas crianças que estavam em cima de um prédio. Uma terceira morreu."
Catarino Lopes também foi vítima. "A prefeitura anunciou que morreram 88 no Campo Grande. Mas parente meu foram 25, mais 17 agregados. É metade. Ouvia pessoas gritando e não podia fazer nada. Disseram que a velocidade da água chegou a 400 km por hora, que é a velocidade de um carro de Fórmula 1. Agora, imagine pedras gigantes e árvores passando no meio das casas com essa força."
Os corpos encontrados eram colocados no gramado do Posse Futebol Clube, time de várzea local e de lá eram levados por helicópteros.
Sem futuro
O fenômeno não tem precedentes recentes na região, mas segundo geólogos, deslizamentos desse tipo acontecem há milhões de anos por ali e podem se repetir a qualquer momento. Apesar do trauma e do aviso, muitas pessoas não arredam pé.
Elias Danta conta que inicialmente foi informado pelo INEA - Instituto Estadual do Ambiente - de que sua pousada não seria afetada pela construção de uma represa perto da propriedade, mas que o sítio de um influente vizinho - "o governador desce de helicóptero para falar com ele", relata -, teria o terreno comprometido. Depois de ter reformado seu patrimônio, Danta descobriu que os planos mudaram e que ele pode, sim, ser obrigado a ir embora.
Catarino diz ter recebido uma proposta de indenização por parte do INEA de R$ 55 mil para abandonar a própria casa, mas garante que a quantia é insuficiente: ele reclama que os preços dos terrenos nos arredores saltaram de R$ 30 mil para R$ 90 mil. Alguns aceitaram o dinheiro e hoje vivem de aluguel.
"Essa Copa do Mundo é a mais cara da história, gastaram mais de R$ 1 bilhão com estádio e nada de casa pra mim? Se o Estado tirou R$ 500 milhões pro Corinthians construir estádio por que eu também não posso ganhar? O Corinthians não paga imposto, o Flamengo não paga imposto, esses times devem milhões, mas eu pago. Vai fazer Copa na Inglaterra, nos Estados Unidos, no Japão e na Coreia que lá já está tudo pronto. Eu que não vou torcer pro Brasil nessa porcaria."
Questionado pelo ESPN.com.br, o INEA declarou que "o valor das indenizações é regulado por decreto estadual, que rege o processo de negociação com as famílias" e que as remoções acontecem "com base em levantamentos aerofotograméticos e trabalho de campo, que definiu as áreas com alto risco de inundação próximas aos rios da região e que foram mais atingidas pelas fortes chuvas."

Desgraça democrática
A tragédia no Campo Grande tem uma particularidade: atingiu ricos e pobres, sem distinção de classe. Em determinados trechos do Córrego do Príncipe, cujo curso teve que ser refeito pelos moradores locais depois da inundação, paredes de concreto foram construídas e é impossível dizer que até pouco tempo tudo estava devastado. Bonitas mansões e até um clube de golfe decoram a paisagem, na qual residem celebridades da cena musical.
Em outros pontos, o cenário ainda é de guerra, e paredes e vergalhões de antigas casas ‘harmonizam' com pedregulhos que ameaçam invadir a água. Em algumas moradias, até hoje falta luz. "Nesse ponto tiraram uma ponte de ferro, que aguentou firme enquanto a coisa estava feia, para colocar isso, que nem ponte é", reclama José Luís em cima de uma estrutura de cimento usada para passagem de carros e pedestres.
O uso dos recursos públicos que deveriam ser empregados na reconstrução da cidade é alvo de enorme desconfiança, com razão. Ninguém tem conseguido se fixar no cargo de prefeito de Teresópolis.
Mário Jorge foi cassado em 2011 por mau uso de verbas. Seu vice, Roberto Pinto, assumiu e faleceu dois dias depois. O poder ‘caiu no colo' de Arlei Rosa, na época presidente da Câmara municipal. Mário Tricano venceu eleição em 2012, mas teve o registro negado por possuir ficha suja. Arlei Rosa, segundo colocado no pleito, continuou como prefeito e agora corre risco de ser deposto por abuso do poder econômico e de meios de comunicação durante a campanha.
No meio de 2011, a CGU, Controladoria Geral da União, descobriu indícios de movimentação fraudulenta na prefeitura municipal com R$ 7 milhões transferidos pelo governo federal à cidade.
A seleção chegou, as obras voltaram
A seleção de Felipão desembarcou nesta segunda-feira na Granja Comary para os treinamentos pré-Copa do Mundo e por coincidência - ou não - tratores voltaram ao bairro do Campo Grande na mesma semana.
Jorge Matos foi recebido na última terça no galpão que há 15 anos usa como carpintaria e marcenaria por membros do INEA e por soldados da polícia avisando que ele deveria se retirar. Um dia depois, a casa já estava no chão, e os restos estavam sendo recolhidos. Matos está sem trabalhar.
Três anos e quatro meses depois de ter conhecido o inferno, o Campo Grande ainda não se reergueu, nem se reerguerá tão cedo. As obras de recuperação ambiental em Teresópolis, realizadas com recursos federais, foram iniciadas em 2012 e só têm prazo de conclusão em 2016.

André Linares, Lucas Borges e Paulo Cobos, de Teresópolis-RJ

Empresários de Teresópolis doam escultura para decorar a cidade

Estudantes posam para fotografia em frente à escultura que enfeita a
 entrada da Prefeitura (Foto: Jeferson Hermida)

A ornamentação da cidade para a Copa do Mundo ganhou o reforço de uma escultura, doada ao município pelos empresários Leonardo Pinheiro e Erika Guarilha e pela cenógrafa Débora Santana. Com cerca de 2,80 metros de altura e instalada nesta quinta-feira, 29, no jardim em frente à Prefeitura, a escultura ficará em exposição para fotografias.
“É uma demonstração clara de que a sociedade civil está se manifestando positivamente em relação à decoração da cidade e vestindo a camisa da seleção”, avaliou o secretário municipal de Turismo, Ronaldo Fialho. “A escultura receberá iluminação especial e estará disponível para fotos e visitação durante todo o período do Mundial. Não tem nenhum fim comercial, quem quiser tirar fotografia e registrar essa ornamentação especial da cidade é super bem-vindo”, convidou.
A escultura foi produzida pela cenógrafa Débora Santana, inspirada nos símbolos da Copa. Os empresários Erika Guarilha e Leonardo Pinheiro contribuíram com material e mão de obra. “Nós nos sensibilizamos depois da ocorrência daquele ato de vandalismo e fizemos esse trabalho para colaborar com a recepção da seleção, dos turistas e jornalistas. Foi tudo feito com muito amor e carinho”, disse Débora, se referindo ao incêndio da taça instalada na Av. Feliciano Sodré, na Várzea.
Além desta nova escultura, a ornamentação da cidade para a Copa do Mundo ganhará outros atrativos, de acordo com o secretário de Turismo, Ronaldo Fialho. “Dentro de pouco tempo teremos, do outro lado da porta de entrada da Prefeitura, uma bola gigante, com circunferência de dois metros de diâmetro, uma parceria nossa com a Ampla, e que vai ficar muito bonita. E brevemente o pórtico de entrada da cidade, no Soberbo, contará com o monumento inspirado na taça do Mundial, em dimensão menor que a produzida inicialmente pelos artistas Igor Miller e Bruno Wallardan”, adiantou.

População de Teresópolis colore cidade de verde e amarelo

A cidade está mais enfeitada. Para festejar e comemorar que Teresópolis é a casa da Seleção Brasileira de Futebol, a população, animada que a Copa do Mundo 2014 acontece no Brasil, e com a presença do time canarinho na cidade, está colorindo muros, casas, ruas e avenidas em verde e amarelo. No bairro Espanhol, os moradores se uniram para decorar as ruas da comunidade.
Idealizador do projeto para decorar o bairro, seu Paulo Cesar, disse que a inspiração veio da própria comunidade. “O bairro sempre adorou esporte e temos até um clube, o Unidos do Espanhol. A galera aqui gosta do esporte e, por isso, decidimos nos reunir para colorir as ruas com as cores da Seleção”, explicou.
Para a moradora Rosangela Teixeira, é muito importante a participação de todos os moradores, dando apoio à Seleção Brasileira. “Se a gente não incentivar os jogadores, de que vale a Copa? O povo tem que apoiar, para que os jogadores se sintam confiantes. Temos que colaborar colocando bandeirinhas, colorindo nossas ruas e torcendo!”, disse Rosangela, confiante no hexa.
Enquanto a cidade, cada vez mais, vai entrando no clima do Mundial, o comércio já está colhendo os frutos da estadia da seleção em Teresópolis.  O Sincomércio Teresópolis calcula que as vendas neste período terão aumento de cerca de 20%, e o Teresópolis Convention Bureau estima que o faturamento dos empresários do ramo hoteleiro será acrescido em média 30%.
No Espanhol, moradores se uniram para decorar as ruas da comunidade. (Foto: Divulgação)
No Espanhol, moradores se uniram para decorar as ruas da comunidade. (Foto: Divulgação)

Para a empresária Carla Lauand, a venda de produtos com tema da Copa já ultrapassa a expectativa. “Nós não podemos reclamar de nossas vendas. Estamos vendendo, além de artigos do Brasil, também dos 31 países que participam da Copa este ano. Graças a Deus, a saída dos produtos está acima de nossa expectativa”, analisou.
Para a recepcionista de hotel Andréia Damásio, o movimento aumentou, comparando este período com o mesmo no ano passado. “Devido à Copa e a quantidade de turistas que já estão na cidade, o movimento, tanto na área hoteleira como também de comércio, está dando um retorno muito grande, analisando essa mesma época no ano passado,”, explicou.
População, animada com a Seleção na cidade, colore ruas em verde e amarelo. (Foto: Marco Esteves)
População, animada com a Seleção na cidade, colore ruas em verde e amarelo. (Foto: Marco Esteves)
Alguns estabelecimentos, principalmente no bairro do Alto, estão estendendo seus horários de funcionamento para atender os turistas e profissionais de imprensa que estão na cidade. “Aqui na padaria, a gente já estendeu o horário de funcionamento, que era de 6h às 22h. Agora estamos abertos até as 23h. Isso porque já estamos tendo bastante movimento desde que a Seleção chegou na cidade”, avaliou Jessica Rebello, gerente de uma padaria no Alto.


Fonte: Ascom/Teresópolis
Por Heliny Quintanilha

Coletivos no fim de semana vão definir poupados da Seleção nos amistosos

O fim de semana será intenso para a seleção brasileira em Teresópolis. A comissão técnica programou treinos coletivos no sábado e no domingo. As atividades, que simulam jogos e confrontam titulares e reservas, servirão para definir se haverá jogadores poupados nos amistosos dos dias 3 e 6 contra Panamá, em Goiânia, e Sérvia, em São Paulo, respectivamente.
Desde a apresentação, a condição física dos atletas, principalmente os 19 que atuam na Europa e terminaram recentemente a temporada, é a maior preocupação da Seleção. Muitos jogadores tiveram problemas médicos ou físicos no primeiro semestre. Casos de Neymar, Oscar, Jô, entre outros.
luiz felipe scolari felipão brasil treino (Foto: Agência Reuters)Felipão vai comandar coletivo pela primeira vez nesta preparação (Foto: Agência Reuters)

No dia da convocação, o técnico Luiz Felipe Scolari já havia anunciado que poderia tirar jogadores dos amistosos se fosse preciso. A prioridade total seria colocar o grupo em igualdade para a estreia do dia 12, também na capital paulista, diante da Croácia.
- Depois dos coletivos de sábado e domingo vamos definir isso. Todos estarão no campo, era nossa programação fazer esse trabalho - explicou o preparador físico Paulo Paixão.
Pela primeira vez, Felipão vai comandar um coletivo desde que a preparação teve início. Caso não haja desfalques, a equipe titular deverá ser confirmada com a mesma formação campeã da Copa das Confederações e já esboçada em outra atividade da semana: Júlio Cesar, Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Luiz Gustavo, Paulinho e Oscar; Hulk, Neymar e Fred.
Nesta sexta, o goleiro Júlio Cesar deixou o treino da manhã um pouco antes do fim. Jefferson e Victor terminaram a atividade. À tarde, ele nem sequer foi a campo. No entanto, não há motivo de preocupação segundo Paixão. O titular vai participar dos treinos no fim de semana.
Tanto no sábado quanto no domingo haverá trabalhos apenas pela manhã. Os treinos da tarde foram cancelados pela comissão técnica. No domingo à noite, a delegação embarca em voo fretado para Goiânia, local da partida da próxima terça-feira.

Fonte:G1

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Teresópolis: Soarte comemora 31º aniversário com noite de premiação


Share 
Secretário de Cultura, Arnaldo Almeida, e a presidente da Soarte, Edith Sidi, entregam premiação aos vencedores do Salão de Arte Jovem. (Foto: Roberto Ferreira)
Secretário de Cultura, Arnaldo Almeida, e a presidente da Soarte, Edith Sidi, entregam premiação aos vencedores do Salão de Arte Jovem. (Foto: Roberto Ferreira)
Na última sexta-feira, 23, foi realizada na Casa de Cultura Adolpho Bloch a cerimônia de comemoração do aniversário de 31 anos da Soarte – Sociedade dos Artistas de Teresópolis. A noite de gala foi recheada de muitas homenagens e incluiu ainda a inauguração da mostra comemorativa de aniversário e entrega de premiação do 1º Salão de Arte Jovem, promovido pela Soarte, com apoio da Secretaria de Cultura.
A solenidade foi marcada por diversas homenagens. Os artistas plásticos Alexander Robin, Sami Mattar, Carlos Veríssimo e José Ramon receberam medalhas de homenagem como fundadores da Soarte. Na mesma noite, também receberam medalhas os artistas Israel Sartini, Ernesto Mandarino e Adelino Gonçalves, pelos 10 anos de entidade, Maria Thereza Paiva (20 anos) e também a presidente Edith Sidi, pelos 25 anos de Soarte. “É uma honra pra mim, e para todos nós artistas, fazer parte desta entidade que sempre lutou pelo desenvolvimento da cultura em Teresópolis”, comentou Edith.
Ainda na ocasião, foi entregue a premiação aos vencedores do 1º Salão de Arte Jovem, e finalmente, aos vencedores da mostra comemorativa do 31º aniversário. Iniciativa inovadora da Soarte, a mostra jovem foi criada com o objetivo de incentivar o desenvolvimento e o gosto pelas artes plásticas entre os mais jovens, aproveitando a Copa do Mundo como inspiração. Os trabalhos e pinturas inscritos podem ser vistos ao lado das telas que compõem a mostra comemorativa pelo 31º aniversário da Soarte, que ficará exposta na galeria da Casa de Cultura até 21 de junho.
Secretário de Cultura, Arnaldo Almeida, e presidente da ATl, Delmo Ferreira, com as ganhadoras da medalha de bronze da mostra comemorativa de 31 anos da Soarte. (Foto: Roberto Ferreira)
Secretário de Cultura, Arnaldo Almeida, e presidente da ATl, Delmo Ferreira, com as ganhadoras da medalha de bronze da mostra comemorativa de 31 anos da Soarte. (Foto: Roberto Ferreira)

“Tivemos na Casa de Cultura uma noite festiva, comemorando 31 anos da Soarte, uma entidade sólida e tradicional, que merece os nossos parabéns por sua determinação, assim como os muitos artistas teresopolitanos que foram homenageados. A qualidade dos trabalhos está impressa nas paredes da Casa de Cultura e merece ser prestigiada pela população”, comenta o Secretário de Cultura, Arnaldo Almeida, lembrando que a mostra está aberta à visitação na Casa de Cultura, de segunda a sábado, das 10h às 18h.
Relação dos premiados:
Mostra comemorativa de 31 anos da Soarte
Medalha de ouro: Márcio de Paula, Israel Sartini, Renato Bordini, Mandarino e Maria do Carmo Mangia
Medalha de prata: Zorando Oliveira, Jane Valadão, Neuza Vasconcellos, Francesco Cittadino, Verônica Roth e Marilene Balzi
Medalha de bronze: Isaura Célem, Thereza Paiva, Zuleide Furtado, Mikail (Pedrita), Helena Amaral e Denny Rocha
1º Salão de Arte Jovem
Medalha de ouro: Maria Isabel Borelli, Miguel Parreira Seixas, Gabriela Beck, Ulisses Bem David (10-12 anos); Maria Clara Fernandes, Camila Gomes Ribeiro (13-15 anos); e Karina Oliveira dos Santos (16-18 anos)
Medalha de prata: João Gabriel Tayt-Sohn, Heloiza Custódio do Nascimento, João Victor Pinheiro de Oliveira (10-12 anos), Gabriel José da Cruz de Almeida, Mayana Ribeiro Montenario, Aline de Oliveira (13-15 anos)
Medalha de bronze: Pedro Pimentel Lage, Eric Falcão Rocha, Victor Dias Coelho Leal de Oliveira, João Gabriel Almeida Maia e Julia Mendes de Souza


F0nte: Ascom/Teresópolis
Por Geórgia Jahara

Chegada da Seleção já aquece a economia no comércio de Teresópolis

Apesar de estar há apenas três dias na cidade, o comércio de Teresópolis, na Região Serrana do Rio, já sente na economia o reflexo da chegada da Seleção Brasileira. Isso porque, além dos jogadores e da equipe técnica, um "batalhão" de jornalistas está na região acompanhando os treinos na Granja Comary até a Copa do Mundo. Só as equipes de comunicação representam até 70% dos hóspedes de alguns hotéis. E a expectativa do Sindicato do Comércio Varejista da cidade é de um aumento de 30% nas vendas.
O número de funcionários chegou a dobrar e obras de ampliação foram realizadas em alguns hotéis da região, tudo para atender da melhor maneira possível os jornalistas que chegam de todas as partes do mundo para ficarem de olho na Seleção. Houve estabelecimento que investiu até na compra de geradores de energia elétrica, para garantir que o trabalho das equipes de comunicação não seja prejudicado em caso de uma queda de energia.
Treinos
O primeiro treino com todos os jogadores da Seleção Brasileira na Granja Comary teve início às 10h desta quarta-feira (28). Na terça-feira (27) apenas os goleiros entraram em campo. Para esta quarta ainda está previsto um outro treino à tarde. 

O último treino da seleção a ser realizado no CT de Teresópolis antes da estreia no Mundial, será no dia 10 de junho às 15h30. Nesse mesmo dia, às 20h30, a delegação viaja para São Paulo, já que o jogo de estreia, contra a Croácia, acontece no dia 11, na Arena Corinthians. Assim será em todos os jogos da Seleção na primeira fase: a viagem do grupo será sempre na antevéspera da partida.


Fonte:g1

Copa do Mundo


- A Seleção Brasileira realizou hoje pela manhã na Granja Comary o seu primeiro treino tático com bola










foto : Jornal Noticias da Hora

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Motorista sofre acidente em Teresópolis após desviar de caminhão

Veículo parou dentro de um bueiro na BR-116. (Foto: Paulo Vicente)
Veículo parou dentro de um bueiro na BR-116. (Foto: Paulo Vicente)
Na manhã desta segunda-feira, dia 26, aconteceu um acidente na BR-116, em Teresópolis, na altura da localidade conhecida como Quebra Coco. Por volta das 9h30, as equipes da concessionária que administra a rodovia foram acionadas para uma colisão onde a vítima estaria aguardando resgate.
Segundo populares, o motorista do veículo teria se assustado com um caminhão que ultrapassava e acabou perdendo o controle do veículo quando passou por um bueiro vindo a colidir contra a mureta e depois em um barranco até capotar e parar em outro bueiro.
Ó condutor de apenas 21 que é morador de Araras e estagiário em uma cervejaria não possui carteira de habilitação e por este motivo é improvável que a seguradora cubra o prejuízo.










Por Paulo Vicente

Professores protestam na porta da Granja Comary, em Teresópolis

Manifestação na porta da Granja Comary, em Teresópolis (Foto: Glopoesporte.com)Manifestação na porta da Granja Comary, em Teresópolis (Foto: Globoesporte.com)
Professores fecharam acesso à Granja Comary (Foto: Glopoesporte.com)Professores fecharam acesso à Granja Comary
(Foto: Globoesporte.com)
Cerca de 30 integrantes do Sindicato Estadual de Profissionais de Educação (Sepe) fecharam a entrada do condomínio que dá acesso à Granja Comary, em Teresópolis, na Região Serrana, onde estão os jogadores da Seleção Brasileira de Futebol, por volta das 16h30 desta segunda-feira (26). O protesto contra a Copa do Mundo, que começa no dia 12 de junho no país, durou aproximadamente 30 minutos e foi pacífico. A Polícia Militar reforçou o local. Mais cedo, cerca de 300 pessoas, segundo o coordenador-geral do Sepe, Alex Trentino, fizeram um protesto, no saguão de desembarque do Terminal 2 do Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, na Zona Norte. Eles estenderam uma bandeira preta com a seguinte mensagem: "S.O.S Educação. Negociação já!".
A manifestação começou em frente ao hotel onde jogadores da Seleção Brasileira se apresentaram, próximo ao aeroporto. Segundo Trentino, o protesto não é contra os jogadores, mas contra os gastos com a Copa do Mundo.
“Não temos nada contra a seleção. Viemos recebê-la pacificamente. Nosso protesto é contra os gastos com a Copa. Precisamos de mais verba para saúde e educação”, disse Trentino.
Os professores das redes estadual e municipal de ensino estão em greve desde o dia 12 de maio. Eles reivindicam 20% de aumento salarial, um terço do tempo para planejamento de aulas, realização de concursos para a categoria e redução da carga horária para 30 horas para os funcionários.
Segundo Trentino, nesta segunda, a adesão à greve é de 55% no município e de 30% nas unidades do estado. No entanto, as secretarias municipal e estadual de Educação voltaram a afirmar, nesta segunda, que os professores faltosos não passam de 0,2%. Os grevistas afirmam que os governos não cumpriram o acordo firmado após a greve de 70 dias no ano passado. 
O Sepe informou que os professores voltarão a se reunir com representantes do município nesta quarta-feira (28), na sede da Prefeitura do Rio, na Cidade Nova, no Centro da cidade. Mas não há negociação marcada com os representantes do estado. Uma assembleia geral está agendada para sexta-feira (30), às 11h, no Clube Municipal, na Tijuca, na Zona Norte.




Fonte:g1

Avião que transportará seleção na Copa ganha grafite de 'Os Gêmeos'


'Os Gêmeos' pintam avião que transportará os jogadores da seleção brasileira (Foto: Divulgação)'Os Gêmeos' pintam avião que transportará os jogadores da
seleção brasileira (Foto: Divulgação)
O avião que transportará a seleção brasileira durante a Copa foi decorado com um grafite feito pelos artistas plásticos Otávio e Gustavo Pandolfo, conhecidos como "Os Gêmeos".
A pintura que que reveste o novo avião da Gol, que é a transportadora oficial da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), faz uma homenagem à torcida brasileira, destacando a diversidade do povo brasileiro, segundo a companhia.
A Gol informou que foram necessárias cerca de 100 horas para a realização da pintura, além de mil latas de spray de tintas, vindas da Espanha. O novo avião da companhia é um Boeing 737-800 Sky Interior.
“Criamos esse trabalho pensando nos usuários do avião. Pintamos a aeronave para quem está no aeroporto, para quem trabalha dentro dela, para o rapaz que está fazendo uma ponte aérea para ver a namorada, o outro que vai resolver um trabalho, a menina que vai ver a família", explicam os artistas no material de divulgação da ação de marketing da Gol.
É a primeira vez que a dupla de irmãos e grafiteiros estampa seus traços em um avião. Os artistas já pintaram castelos, prédios, túneis e trens e já espalharam seus grafites em diversos países.
A aeronave é um Boeing 737-800 Sky Interior, com maior espaço para bagagens de mão, iluminação interior de LED
Segundo a Gol, o primeiro voo do avião com a arte de "Os Gêmeos" será realizado na tarde desta terça-feira (27) na rota Confins-Congonhas.

Fonte: G1

Justiça proíbe Globo de exibir reportagem sobre Suzane Von Richthofen

ScreenShot002
O “Fantástico” deste domingo informou, em comunicado lido pelos apresentadores Renata Vasconcellos e Tadeu Schmidt, que a TV Globo foi proibida pela Justiça de exibir uma reportagem sobre Suzane Von Richthofen, condenada pela participação no assassinato dos pais, Manfred e Marisia Von Richthofen, em 2002, ao lado dos irmãos Cravinho.
“Trata-se de uma reportagem sobre Suzane, que cumpre pena de 30 anos em regime fechado. A matéria aborda a tentativa de Suzane de passar por um regime penal mais brando, passando parte do dia fora da cadeia”, explicou Renata.
“O juiz do plantão judicial do Fórum da Barra Funda determinou que a TV Globo se abstenha de mostrar imagem de Suzane para as quais não haja autorização”, explicou Tadeu. “A TV Globo vai recorrer da decisão, que considera uma forma de censura”, continuou Renata.


Fonte: O Dia

Teresópolis: Funcionário de supermercado furta e é descoberto


Share 
Material furtado do mercado em Teresópolis. (Foto: Paulo Vicente)
Material furtado do mercado em Teresópolis. (Foto: Paulo Vicente)
O funcionário do supermercado Extra em Teresópolis, Região Serrana do Rio, foi detido neste sábado (24) suspeito de furtar diversos produtos eletrônicos do estabelecimento onde trabalha. Segundo a Polícia Civil, os crimes vinham acontecendo há mais de um mês. Com ele também foi detido o primo, que ajudava no transporte da carga. Os dois foram localizados em suas respectivas residências onde estava escondido o que ainda não havia sido vendido: três televisores de 40 polegadas e um de 50 polegadas, um aparelho de som, dois videogames Xbox 360; 21 jogos para o vídeogame PS-3, duas mochilas, um aparelho de som automotivo, seis notebooks, dois aparelhos celulares e um tablet.
De acordo com a polícia, o representante jurídico do próprio supermercado acionou a Polícia Militar após analisar nas imagens do circuito de segurança e constatar a ação do suspeito. Os policiais conseguiram o funcionário, de 22 anos, que acabou apontando o primo, de 25 anos, como comparsa nas ações. Segundo a polícia, o primo ia até o estabelecimento, pegava os produtos e fazia o transporte até as residências, no bairro da Posse, onde o material foi encontrado.
Segundo o adjunto da 110ª Delegacia de Polícia, delegado Ronaldo Cavalcante, outros produtos furtados pela dupla já foram vendidos. A estimativa do agente é que os rapazes tenham arrecadado cerca de R$ 10 mil com a venda dos itens durante esse período. Os dois foram levados para a unidade policial, foram ouvidos, mas não ficaram presos. O delegado informou que eles vão responder por furto qualificado por abuso de confiança, podendo pegar de três a oito anos de prisão.
Grande quantidade de aparelhos foi apreendida. (Foto: Paulo Vicente)
Grande quantidade de aparelhos foi apreendida. (Foto: Paulo Vicente)



Fonte: g1



Após enfrentar protesto, Seleção chega escoltada à Granja Comary

Após percorrer pouco mais de 85km, a seleção brasileira já está na Granja Comary, em Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro. O grupo vai iniciar nesta segunda-feira a preparação para a Copa do Mundo. Em meio a manifestantes e torcedores, o ônibus acessou o local, reformado para receber as atividades antes do Mundial
Nesta segunda-feira, os jogadores serão submetidos a exames médicos de rotina. A tendência é que somente na quarta-feira ocorram atividades no campo da Granja. A viagem até Teresópolis durou cerca de 1h30.
ônibus Seleção chegada Granja Comary  (Foto: Alexandre Lozetti)Ônibus da Seleção chega à Granja Comary, em Teresópolis (Foto: Alexandre Lozetti)
Antes de deixar o Rio de Janeiro, a delegação teve dificuldades para sair do hotel, na região do Aeroporto Internacional, por conta de uma manifestação de professores. Na chegada à Granja Comary, um grupo também protestou. Uns por moradias para desabrigados de enchentes e outros por melhores salários para os professores.
Chegada da Seleção na Granja (Foto: Leandro Canônico)
Torcida mostra euforia ao ver ônibus 
da Seleção (Foto: Leandro Canônico)
Em Teresópolis, aliás, o clima de protesto contrastou com a euforia de dezenas de moradores que acompanharam a chegada do ônibus. Um carro de som de um músico, por exemplo, tocava canção em favor da Copa do Mundo (“A Fifa, a CBF, é elite, é Seleção...”). No protesto, por outro lado, mensagens contra as entidades.
Comandada por Luiz Felipe Scolari, a Seleção faz dois amistosos antes da estreia no Mundial: dia 3 de junho, contra Panamá, no Serra Dourada, em Goiânia, e contra a Sérvia, dia 6 de junho, no Morumbi. A equipe estreia na Copa contra a Croácia no dia 12 de junho, na Arena Corinthians, em São Paulo. Além do duelo com os europeus, encara na primeira fase o México, no dia 17, no Castelão, em Fortaleza, e Camarões, no dia 23, no Mané Garrincha, em Brasília.

Por Teresópolis, RJ

domingo, 25 de maio de 2014

Casa da seleção, Teresópolis pode ter prefeito cassado

Ação pede afastamento de Arlei Rosa (PMDB) por abuso de poder econômico e de meios de comunicação na campanha de 2012

RIO - Casa da seleção brasileira de futebol, Teresópolis, na Região Serrana do Rio, pode ver o placar de prefeitos cassados aumentar e enfrentar um novo jogo de instabilidade política. Réu numa ação de abuso do poder econômico e de meios de comunicação na campanha de 2012, o prefeito Arlei de Oliveira Rosa (PMDB) está sob o risco de perder o mandato — o processo aguarda desde o dia 13 pela sentença do juiz Rafael Carneiro —, no momento em que os olhos de torcedores se voltam para a Granja Comary.
Numa eventual troca do “técnico”, Teresópolis pode chegar ao quarto prefeito desde janeiro de 2013, data da posse dos eleitos. Campeão nas urnas, Mário Tricano (PP) não assumiu porque teve o registro de sua candidatura indeferido, passando o mandato para o segundo lugar, Arlei, que, se deixar o cargo, cederá a cadeira ao presidente da Câmara, até que o terceiro colocado seja diplomado. As mudanças repetirão a dança das cadeiras ocorrida em 2011, quando três nomes governaram. Eleito em 2007, Mário Jorge foi cassado por mau uso de verbas. O vice, Roberto Pinto, assumiu o governo e, dois dias depois, morreu. Arlei, então presidente da Câmara municipal, assumiu interinamente e se manteve no cargo por causa de uma liminar do PV, que derrubou uma nova eleição.
Nomeações foram feitas durante campanha
O prefeito Arlei de Oliveira Rosa é acusado de gastar, entre novembro de 2011 e abril de 2012, cerca de R$ 500 mil em publicidade da prefeitura em benefício de sua candidatura. O material estampou 18 veículos de comunicação, entre jornais, sites, TV e rádio. A ação, movida pelo deputado estadual Nilton Salomão (PT), terceiro colocado nas eleições municipais, ainda cita dezenas de nomeações de cargos comissionados durante o período eleitoral.Segundo Salomão, dois terços dos cerca de 900 cargos comissionados da prefeitura foram exonerados após as eleições, sob o pretexto de ajuste financeiro nas contas do município. Os nomeados teriam, supostamente, trabalhado na campanha de Arlei.
O peemedebista assumiu pela segunda vez a prefeitura após uma eleição conturbada. Arlei somou 24.819 votos, contra 27.672 de Mário Tricano, barrado pelo TRE-RJ por sua ficha suja. Salomão obteve 17.240.
Caso Arlei deixe a prefeitura, a legislação eleitoral prevê que o presidente da Câmara, Maurício Lopes (PSL), assuma interinamente para, então, a Justiça dar posse ao terceiro colocado ou determinar nova eleição. O processo está em primeira instância, e caberá recurso para cassação.
Arlei informou, por meio de nota, que “tem plena confiança na Justiça e a certeza de que ela será feita. Tudo não passa de uma tentativa dos adversários políticos de criar dificuldades e embaraços para a administração pública.” Ele nega as acusações de abuso de poder econômico e de comunicação, além da nomeação de cabos eleitorais: “O prefeito Arlei já apresentou suas alegações de defesa, provando que nenhum valor foi gasto pela prefeitura no período eleitoral com a contratação de propaganda em veículos de comunicação. Quanto à contratação de cabos eleitorais para cargos em comissão, o prefeito Arlei informa que conhece e respeita a lei, não tendo a menor chance de algo do gênero ter ocorrido em sua campanha eleitoral”, diz a nota.
Desde 2013, no Estado do Rio, a Justiça Eleitoral cassou os prefeitos de Paty do Alferes, Barra do Piraí e Engenheiro Paulo de Frontin, no Sul Fluminense. Outros seis prefeitos se mantêm no cargo em função de liminares

Fonte ;O Globo/MARCELO REMÍGIO

Manifestação na Rio-Teresópolis fecha via nos dois sentidos

Fonte:Internet/ Facebook
Um protesto na Rio-Teresópolis deixou o trânsito complicado nos dois sentidos da via, na  Baixada Fluminense, por volta das 17h30 deste domingo (25). O ato estava concentrado entre os quilômetros 110 e 111 ainda às 19h, na região conhecida como Citrolândia. Moradores reivindicavam a construção de um retorno para que não sejam obrigados a passar pelo pedágio diariamente. O local é perto da Parada Modelo, no início da Serra. Os manifestantes colocavam fogo em pneus e galhos para atrapalhar a passagem de carros.
A via foi liberada por volta das 20h.